Como lidar com um bebê recém-nascido sem prejudicar o seu casamento

Quando você está com dor, dorme privado e coberto de vômito, é fácil esquecer a outra pessoa que dorme no seu quarto. Um novo bebê (compreensivelmente) domina todo o seu mundo. 

Mas reservar um tempo para ajudar seu relacionamento a sobreviver nesses primeiros meses apenas tornará mais fácil para vocês dois passarem esse tempo juntos. Essas dicas podem ajudar você a passar por momentos estressantes.

Definir expectativas realistas

Hormônios em fúria. Falta de dormir. Horas procurando por uma mamadeira philips avent pétala. Sua preocupação com o horário de comer e cocô do bebê. Nada de sexo por seis semanas. Uma casa bagunçada. Não é de admirar que um novo bebê possa sobrecarregar até o relacionamento mais forte!

Converse honestamente com seu parceiro sobre o que esperar um do outro durante os primeiros meses e compreenda que a vida com um recém-nascido pode ser caótica, bagunçada e estressante – mas também não dura para sempre.

Tente não criticar

O estresse diário de se tornar um novo pai ou mãe pode aumentar, e pode ser muito fácil eliminar suas frustrações com seu parceiro. Tornar-se um novo pai tem uma enorme curva de aprendizado e todos têm uma maneira especial de fazê-lo.

Ao se estabelecer em seu novo papel, tente não criticar seu parceiro se ele não fizer algo exatamente como você faria. Lembre-se: diferente não significa necessariamente errado. Tente apreciar o fato de que eles estão se esforçando ao máximo (assim como você!), mas nem tudo sempre será feito perfeitamente.

Agende um horário sozinho

Ter um bebê muda sua vida, mas não muda quem você é como pessoa. Embora o bebê seja o novo centro do seu universo, ainda é importante tentar agendar um horário todos os dias para conversar sobre o que mais está acontecendo em sua vida.

Falar sobre seu novo pacote de alegria pode ser o tópico favorito de conversação para vocês dois, mas não deixe de falar sobre outros aspectos do seu dia – seu trabalho, seu hobby, como está se sentindo. 

Agendar um horário para falar sobre como vocês dois são individualmente, mesmo que esteja muito complicado de lidar ou lavando a pilha interminável de mamadeiras, ajudará a manter sua identidade como casal, não apenas como pais. 

Peça por ajuda

Lembre-se de que ter um bebê é uma parceria. Assumir muita responsabilidade apenas o deixará ressentido. Elabore um plano para equilibrar as tarefas domésticas e as tarefas do bebê, como revezar-se com despertar matinal, lavanderia e louça.

Comunicar o que você precisa de ajuda e ter um plano em prática permitirá que você se concentre no seu bebê sem sentir que tem um milhão de outras coisas que precisa fazer. E não recuse a ajuda de fontes externas – se a família e os amigos oferecerem ajuda, diga sim!

Se o seu cônjuge estiver amamentando, você ainda poderá ajudar com a mamadeira (para não mencionar fraldas e hora da soneca). É a oportunidade perfeita para você se relacionar com a nova adição da sua família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *